Inovação do negócio


Estudos recentes mostram que 80% dos executivos temem que o atual modelo de negócio de suas empresas corre o risco de ficar ultrapassado no futuro próximo.

Os estudos indicam ainda que 84% dos executivos considera que o sucesso futuro da empresa depende da inovação. Um estudo anterior aponta que apenas 4% dos executivos das empresas não consideram inovação como prioridade estratégica.

É fato que 9 de cada 10 empresas presentes na lista da Fortune 500¹ de 1955 desapareceram, foram absorvidas ou perderam espaço nos últimos 60 anos. A explicação mais lógica dentre outras possíveis é a superação de seus modelos de negócio por outros mais modernos e eficientes de empresas concorrentes, definindo de forma permanente vencedores e perdedores. É razoável pensar que quase todas as empresas atualmente presentes nesta lista não irão existir em 60 anos.

Uma pesquisa realizada há alguns anos constatou que há uma diferença evidente nos indicadores de performance financeira a favor das empresas que possuem inovação como parte de sua estratégia: Receita² (+11%) e EBITDA³ (+22%).

1 Fortune 500 - é uma classificação das 500 maiores corporações no mundo, conforme a receita. A lista é compilada e publicada anualmente pela revista Fortune.
2 Receita é a entrada monetária que ocorre em uma entidade (contabilidade) ou patrimônio (economia), em geral sob a forma de dinheiro ou de créditos representativos de direitos.
3 EBITDA (Earnings before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) permite conhecer quanto a companhia está gerando de caixa com base exclusivamente em suas atividades operacionais, desconsiderando os impactos financeiros e dos impostos.

As empresas que tiveram rápido crescimento e se destacaram em seus segmentos trazem inovação em seus processos “core” ou ainda, aquelas que se destacam há décadas devem seu sucesso a inovação constante.

Não importa o segmento ou o posicionamento no mercado, uma empresa não poderá manter-se competitiva se a inovação não fizer parte de sua agenda estratégica.

Diante deste cenário, o desafio das empresas, portanto, é conduzir a sua operação para assegurar a viabilidade do negócio atual e ao mesmo tempo organizar-se e investir na viabilidade do negócio futuro.

Como criar um ambiente que promove a inovação?


Que estimula um ambiente colaborativo e aberto para as novas ideias, onde os colaboradores encontram o apoio da liderança na criação, concepção e implementação de suas ideias, onde os erros sejam vistos como parte do processo de aprendizado e que levam à resolução de problemas complexos da empresa, e que os executivos tenham a atitude e determinação de alcançar novos patamares de desenvolvimento do negócio apesar dos riscos.

Que definem o planejamento e a priorização das iniciativas, objetivos e decisões estratégicas, assim como a alocação de recursos para o desenvolvimento e crescimento do negócio

Por meio de apoio financeiro direto, incluindo: iniciativas públicas (Ex.: BNDES inovação; Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação; outros) ou através de iniciativas privadas, tais como fundos de investimentos ou investimentos diretos (Ex.: Venture capital, investidor anjo, outros). Há ainda, a possibilidade de apoio financeiro indireto, por meio de redução das cargas tributárias.

Permite que novas ideias sejam trabalhadas de uma forma estruturada em cada etapa, da criação até o pós-implementação, identificando e tratando problemas, monitorando o progresso, analisando e reportando os resultados obtidos.

Por meio de apoio financeiro direto, incluindo: iniciativas públicas (Ex.: BNDES inovação; Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação; outros) ou através de iniciativas privadas, tais como fundos de investimentos ou investimentos diretos (Ex.: Venture capital, investidor anjo, outros). Há ainda, a possibilidade de apoio financeiro indireto, por meio de redução das cargas tributarias.

Permite que novas ideias sejam trabalhadas de uma forma estruturada em cada etapa, da criação até o pós-implementação, identificando e tratando problemas, monitorando o progresso, analisando e reportando os resultados obtidos.

Que ofereçam oportunidades na criação de novas ideias, crescimento e vantagem competitiva para o negócio, e principalmente maior rapidez na criação e disponibilização de produtos e serviços inovadores no mercado.

Permite que novas ideias sejam trabalhadas de uma forma estruturada em cada etapa, da criação até o pós-implementação, identificando e tratando problemas, monitorando o progresso, analisando e reportando os resultados obtidos A empresa deve fazer investimentos, alocar profissionais qualificados, criar a estrutura operacional necessária, adotar metodologias e processos, definir e implementar as soluções tecnológicas necessárias, tudo isto dentro de um modelo de inovação.

Exemplos de modelos de inovação


A definição de um modelo de inovação para a empresa é uma decisão estratégica importante. Não há um modelo padrão que sirva para todas as empresas.

A organização deverá analisar as diferentes alternativas, selecionar o modelo de inovação mais adequado, e efetuar os ajustes necessários.

Uma abordagem simples que estimula a inovação nas organizações, utilizando para isso seus próprios colaboradores, independentemente do nível hierárquico ou área. Não há um modelo padrão, portanto, os programas de criação de novas ideias devem ser definidos de acordo com os objetivos da empresa.

Uma estrutura interna formada por colaboradores da própria empresa que desenvolve ideias inovadoras para endereçar problemas complexos do negócio existente ou desenvolver oportunidades para novos mercados, podendo inclusive tornar-se uma empresa independente (spin-off) dependendo dos resultados alcançados.

A empresa promove programas de inovação investindo em startups, com o objetivo de desenvolver oportunidades para os negócios da empresa ou para novos mercados, podendo tornar-se parte da empresa ou tomar-se uma empresa independente.

Uma estrutura interna formada por profissionais qualificados, internos ou terceiros, que funciona como uma célula interna com foco em inovação para desenvolver melhorias de ordem incremental (ex.: melhorias de produtividade interna) ou disruptiva (modelos de negócios completamente novos).

Estrutura criada por empresas de setores diferentes, possivelmente complementares, para explorar novas oportunidades explorando as estruturas e relações existentes.

Criar uma estrutura para acelerar o desenvolvimento e o crescimento de startups, ajudando-as a sair do estado embrionário e chegar rapidamente no ponto para investimentos. As aceleradoras facilitam: a confecção do modelo de negócio; o acesso ao mercado (explorando a redes já existentes); acesso ao investimento (podendo ser por meio de investidores-anjo, fundos de investimento e fundos de venture capital); metodologia (estruturada para o desenvolvimento mais efetivo da startup); mentoring (empreendedores mais experientes, empresários e especialistas em temas específicos que auxiliam o startup); serviços (serviços jurídicos, contábeis e financeiros, infraestrutura de Cloud, sistemas de informação, outros); venda da startup (para um fundo de Private Equity, Venture Capital).

Estratégia que permite as empresas, por meio da fusão ou aquisição de outra empresa penetrar em novos mercados, aprimorar o desenvolvimento de produtos e serviços, adquirir talentos e propriedade intelectual, e ganhar poder financeiro.

Como podemos ajudar a sua empresa?


A inovação do negócio pode tomar várias formas dependendo dos objetivos estratégicos da empresa. Relacionamos abaixo alguns exemplos de como a Citrine Consulting pode auxiliar:

Estratégia e planejamento

Definição da estratégia e planejamento do modelo que promove novas ideias, desenvolve e agiliza o lançamento de produtos e serviços inovadores no mercado, objetivando criar novas linhas de receita e melhorar o resultado da empresa.

Desenho e implementação

Desenho e implementação da arquitetura de inovação, incluindo o modelo de inovação, metodologia e processos, governança, tecnologia da informação, perfil dos talentos, serviços e estrutura necessária.

Mentoring/Coaching

Os serviços de mentoring e coaching agregam valor a equipe interna através da experiência de profissionais especializados que podem auxiliar em desafios específicos ou na governança das iniciativas de inovação da empresa, assessorando os executivos na tomada de decisões e no conhecimento das metodologias utilizadas.

Entre em contato conosco


Conheça as soluções que a Citrine Consulting pode oferecer para a sua empresa